Prefeito de Salvador anuncia medidas restritivas em trechos do Centro de Salvador

O prefeito ACM Neto anunciou nesta terça-feira (30), em coletiva virtual, que a partir de quinta-feira (2) trechos do Centro de Salvador passarão por medidas mais restritivas regionalizadas e ações de proteção à vida.

“Quando vi o número de casos nos últimos sete dias fiquei preocupado. Ontem, passei pela na Avenida Joana Angélica para ver o movimento. Havíamos alertado ambulantes e feirantes que eram necessários que eles respeitassem as regras de segurança, o que infelizmente não aconteceu. Por isso, teremos de suspender as atividades no local, inclusive fazendo interdição de trânsito com acesso apenas a moradores, mediante apresentação de comprovante”, afirmou o prefeito.

Os trechos que vão passar por restrições são: Dois de Julho, Baixa dos Sapateiros, avenidas Joana Angélica e Sete de Setembro, Rua da Mangueira e Rua Carlos Gomes. Além disso, os bairros de Pernambués, Saramandaia, Cabula VI, Resgate, Fazenda Coutos e Coutos também voltam a integrar a lista da prefeitura.

As medidas mais restritas são adotadas em locais que registram grande número de casos da Covid-19 e afrouxamento nos índices de isolamento social. O intuito é diminuir a taxa de transmissão da doença, aliviar a pressão sobre os leitos de UTI e preservar o máximo de vidas na cidade.

O prefeito também informou o fim das restrições regionalizadas em Paripe, Fazenda Grande do Retiro, Engenho Velho de Brotas, Federação e Engenho Velho da Federação. O chefe do Executivo municipal também comunicou a prorrogação, por mais sete dias, das ações no Imbuí, São Cristóvão, Santa Cruz e região de Beiru/Tancredo Neves.

Casos

Segundo ACM Neto, a Prefeitura terá de retomar iniciativas regionalizadas em três áreas que apresentaram números preocupantes de pessoas infectadas pelo coronavírus.

“É o caso de Pernambués. O local é o terceiro bairro de Salvador com maior número de casos da Covid, perdendo apenas para Brotas e Pituba, registrando total de 733 casos, sendo 613 nos últimos 30 dias e 198 em sete dias. Além disso, foram contabilizadas 15 solicitações de sepultamentos em cemitérios municipais. Dessa vez, as ações na região se estenderão para Saramandaia, que soma 35 casos – sendo 31 nos últimos 30 dias e sete em uma semana”, relatou o prefeito.

As medidas regionalizadas também voltarão a atender a poligonal do Cabula – que registra 593 casos doença -, tendo como foco o Cabula VI e Resgate. Isso porque o Cabula VI alcançou a marca de 113 casos de coronavírus, sendo 102 apenas nos últimos 30 dias e 27 em sete dias, além de dois sepultamentos. No Resgate são 55 casos, sendo 45 nos últimos 30 dias e 13 nos últimos sete dias.

O retorno de restrições mais rígidas também terá como alvo localidades do Centro da cidade. A região possui 491 casos da Covid-19, sendo 448 nos últimos 30 dias e 226 em sete dias, além de dois sepultamentos.

Informações Bahia.Ba

Yuri Anderson

Bacharel em Comunicação social com habilitação em Jornalismo, formado em Jornalismo Digital. Possui experiências no ramo digital, onde atuou nas editorias de petróleo, gás, energia, onshore, offshore, saúde e policial. Entusiasta do universo da moda masculina e questões de masculinidades. Atualmente trabalha como gestor de mídias e redator na Redação Com Dendê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: