Indicação da Semana: Encontro Fatal e Viagem das Garotas

Nessa quarentena, que não tem um prazo de duração e que depende muito do comportamento das pessoas, estamos ficando frustrados, principalmente com indivíduos que ousam em desrespeitar essas ordens de distanciamento social, abalando o psicológico de qualquer um. Mas, temos outros atrativos para nos distrair, para quem pode, né, infelizmente, nesse Brasil. A indicação desta semana vai para dois filmes recém estreados na Netflix, um suspense psicológico e uma comédia para acalmar os ânimos.

O primeiro é o filme Encontro Fatal, dirigido por Peter Sullivan, que também co-escreveu o roteiro com Rasheeda Garner. É protagonizado por Nia Long (Ellie Warren) e Omar Epps (David Hammond) um homem misterioso que reaparece na vida de Ellie e promete mexer com seus sentimentos, e a faz refletir sobre seu casamento. Fiquem atentos amigos, nem tudo é o que parece, vou adiantando logo, que não é um filme muito memorável, mas cumpre com seu papel de nos deixar tensos e ansiosos pelo próximo passo dos personagens. Para os mais atentos, perceberão similaridades com outros filmes que seguem essa linha de narrativa, como Paixão Obsessiva, Atração Fatal e Obsessiva estrelado pela nossa queen B, além da famosa série original, também da plataforma de streaming, You. Para quem gosta de produções de suspense, é um bom filme para assistir no momento.

O segundo filme, e esse é gargalhada na certa do início ao fim, é o Viagem das Garotas. Saca só o time de peso da produção: Tiffany Haddish (Operação Supletivo); Regina Hall (Franquia Todo Mundo em Pânico); Jada Pinkett Smith (Matrix) e a maravilhosa Queen Latifah (Um Salão do Barulho), só para vocês terem noção de alguns dos seus maiores sucessos, é ou não é risada até o estomago doer? Eu respondo por vocês, é sim. Resumindo bem a história, são quatro amigas que vão para a terra do jazz, New Orleans (Nova Orleans), uma cidade nos Estados Unidos, para o Essence Festival apoiar a amiga e escritora de sucesso Ryan Pierce (Regina Hall), junto com o seu marido, na divulgação do livro sobre a vida deles. No meio de tanta farra, bebidas, barracos, além do reencontro entre elas, ainda rola espaço para desilusão amorosa, traição, ou seja, aquele velho clichê que nos prende.

A Jada Smith, o sobrenome já diz né, dispensando comentários. Me surpreendeu, perdoem-me meus amigos cinéfilos, mas, eu ainda não tinha visto uma atuação dela em filme de comédia e digo que gostei. Bem, espero que vocês se divirtam nesse final de semana com essas indicações. E, por falar em clichê, respira, vai passar.

Pedro Nunes

Pedro Nunes é formado em Cinema, trabalhou como redator da web na TVE Bahia, e passa o seu tempo livre lendo livros e assistindo séries. Além de escrever para a coluna "Na Tela" do Redação com Dendê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: